23.11.06

A PROPÓSITO DOS PRIVILÉGIOS DOS HABITANTES DE MOLEDO
Magda Rodrigues e Filipe Alfaiate

Professora Margarida, lemos o seu comentário que pedia para esclarecermos em que consistiam os impostos que os habitantes de Moledo estavam isentos. Aqui está a resposta:

Fintas e talhas – eram contribuições municipais lançadas quando as rendas do concelho não bastavam para suprir determinadas despesas que, por vezes, a colectividade se via obrigada a fazer.
Eram assim contributos extraordinários e consistiam numa quantia imposta a cada contribuinte, mais o menos elevada segundo a fortuna de cada um e consoante era maior ou menor o valor da soma necessária.
As fintas eram lançadas principalmente para obter fundos destinados a obras dentro do próprio concelho (reparações de muros, pontes, calçadas e edifícios públicos).

Peitas – quantias que cada contribuinte cabia pagar na solução de determinados impostos, como, por exemplo, pedidos e fintas, ou multas aplicadas ao fisco.

Jugadas – era um imposto lançado pelo rei sobre os lavradores, por cada jugo de bois que usavam para lavrar a terra. A quantia a pagar era um moio de cereais (trigo ou milho) por cada junta/par de bois.