23.5.08

Quadros vivos da história no tempo das Invasões Francesas

Escola Secundária da Lourinhã

No âmbito das comemorações do Bicentenário da Batalha do Vimeiro e integrado no programa da Feira Oitocentista (adiada para o próximo fim de semana, devido ao mau tempo), a Escola Secundária da Lourinhã apresentou esta noite na AMAL a dramatização "Quadros Vivos da História no período das Invasões Francesas." Esta peça de teatro percorreu vários momentos e vivências da época: o requinte e as danças da corte portuguesa dos finais do século XVIII; Bocage - o poeta que cantou a liberdade, mas também o amor e a sedução; Napoleão que promete vingança a um país que não quer ou não pode deixar de apoiar a Inglaterra; a saída da Corte Portuguesa para o Brasil - estratégia política ou fuga?; a invasão francesa e Junot que fica a "ver navios"; o povo que vê o rei partir - sensação de abandono para uns, para outros promessas de liberdade; as batalhas de Roliça e Vimeiro e finalmente a vitória - mas a que preço?


A terminar uma mensagem de paz. A Utopia vale a pena!

Os professores e alunos da Escola Secundária da Lourinhã estão de parabéns, por nos terem proporcionado um espectáculo de grande beleza e criatividade.
Maria dos Anjos Luís