26.11.06

ITINERÁRIOS DE DOMINGO

Depois de bebermos uma bica na Nau dos Corvos (Cabo Carvoeiro), eu e o meu cara-metade deixámos o concelho de Peniche e entrámos no da Lourinhã, pelo Paço. Rodeando o planalto das Cesaredas, percorremos as freguesias que nós (Clube de História Local) temos estado a estudar e a visitar.
Quase sem darmos por isso, entrámos no concelho do Bombarral e de repente, abre-se ante nós mais uma paisagem magnífica. E lá descobrimos a entrada de algumas grutas que foram ocupadas pelo homem na Pré-História e que são abundantes na região. Acabámos no museu do Bombarral.








Qual o itinerário percorrido? Quais as grutas de onde foram tiradas estas fotos?

O tema das grutas vem a propósito porque durante as investigações que antecedem as visitas, alguns alunos do clube leram que na Feteira (freguesia de S. Bartolomeu dos Galegos) há algumas grutas de grande interesse arqueológico (uma delas, necrópole neolítica, foi explorada em 1981 pelo arqueólogo João Zilhão). A partir daí, todas as vezes que saímos não falam de outra coisa, querem ir visitar as grutas. Entretanto, esta semana fui ao museu da Lourinhã e falei com uma das pessoas responsáveis pela área da museologia. Para além das indicações que deu, fez-nos várias propostas de colaboração para o 2º período. Quando o programa estiver assente iremos divulgá-lo.

Pois é ... um professor não consegue desligar, mesmo depois de ter cumprido o horário que seria suposto cumprir.
Maria dos Anjos Luís